Cristo Luz


   Atração de destaque em Balneário Camboriú, Santa Catarina, e no território nacional, o Complexo Turístico Cristo Luz atrai anualmente milhares de visitantes do Brasil e do exterior em busca de diversão, de vistas inesquecíveis e para observar de perto o imponente monumento artesanal e o espetáculo de cores e de luzes diário no céu da cidade.

   Localizado em um dos pontos mais altos de Balneário Camboriú, a 150 metros de altura, o monumento “Cristo Luz” possui 33 metros de altura, 22 m de largura e pesa 528 toneladas. Foi esculpido de forma artesanal em argamassa, e construído em ferro, aço e cimento.

   Foi inaugurado no dia 4 de outubro de 1997, em uma parceria entre a iniciativa privada e órgão público (durante o governo do então prefeito de Balneário Camboriú e atual governador de Santa Catarina, Leonel Arcângelo Pavan, e o proprietário da área Carlos da Rosa), tornando-se uma badalada opção turística.

   O Cristo Luz possui características singulares que surpreendem a todos os visitantes. Todas as noites, as pessoas que passeiam pela área central de Balneário Camboriú, podem apreciar as luzes multicoloridas do monumento, atração inédita no Brasil.

   De braços abertos, o Cristo segura em sua mão esquerda o símbolo do sol que “ilumina e abençoa toda a cidade e os turistas”. Esse aparelho conta com um equipamento de luz de 6,6 mil W e se divide em 24 raios através de um jogo de espelhos – ampliando a potência para 8 mil watts – que gira em um ângulo de 180º e atinge um raio de 15 km.

   A roupagem do monumento também é destaque com iluminação especial. O sistema italiano com alta tecnologia, ilumina todo o corpo do Cristo. Os equipamentos possuem lâmpadas de 1.800 W cada com sete combinações multicoloridas alternadas.

   Além disso, ao redor do monumento, pode-se observar um mural temático ilustrado com grandes obras, arquiteturas e cenários mundiais com é o caso do Coliseu, da Roma Antiga, de Jerusalém, do Parthenon, entre outros, uma forma de representar pouco da história e dos grandes feitos antes e depois de Cristo.

   As luzes do Cristo se acendem diariamente – de dezembro a março, a partir das 20h e, de abril a novembro, a partir das 19h. A cada dia da semana há uma cor predominante com uma representação simbólica. No domingo, a cor que predomina é o branco, simbolizando a paz e a fé. Na segunda-feira, a cor é o amarelo, representando a paz e a energia. Na terça-feira, a cor é a verde (paz e natureza). Na quarta-feira, a azul (paz e saúde). Na quinta-feira, a lilás (paz e reflexão). Na sexta-feira, predomina a vermelha (paz e amor). No sábado é a rosa (paz e felicidade).